Óleo é o nome dado às gorduras que se mantêm líquidas à temperatura ambiente. Entre esses produtos estão os óleos comestíveis, usados na alimentação, que em sua maioria, são de origem vegetal, isto é, são extraídos de grãos e (amendoim, milho, soja, arroz, algodão, girassol) ou de frutos (azeitona, dendê) de plantas oleaginosas: na , o óleo tem várias funções: serve para temperar, fritar, amaciar e dar mais consistência aos alimentos.
Além disso, é um alimento essencial ao organismo, por ser uma das principais fontes de energia e o veículo de muitas vitaminas.

A extração do óleo das sementes de frutos pode ser feita por três processos diferentes.
O primeiro, chamado de prensagem por alta pressão (usado na produção do azeite-de-dendê, por exemplo), consiste no esmagamento da ou do fruto, para extrair o óleo que ele contém. Porém, a alta pressão aquece o óleo, que acaba ficando com cor muito escura e com forte.
Há um segundo processo conhecido como pressão a frio, no qual o óleo não é aquecido, o que permite obter um líquido claro e de sabor suave (o azeite de oliva é extraído por esse processo). No entanto, o inconveniente desse método está na impossibilidade de se extrair todo o óleo que a semente ou o fruto contêm. Existe ainda uma terceira forma de extração: os frutos ou as sementes são embebidos num líquido (um tipo especial de solvente) que dissolve totalmente o óleo. Essa mistura de solvente e óleo é então submetida a um processo de evaporação.
Durante essa fase, o solvente evapora, restando apenas o óleo puro. Esse é o método usado para a extração do óleo de soja e arroz.
Depois da extração, quase todos os tipos de óleo passam por um processo de refinamento que os torna comestíveis.

Comprando

O óleo é vendido em latas. Também pode ser encontrado a granel, em grandes latões, de onde é bombeado para vasilhames de vidro. De preferência, compre o enlatado, pois é o que se conserva mais puro.

Conservando

Os óleos vegetais podem ser conservados fora da geladeira, desde que mantidos em recipientes fechados, em lugar fresco e escuro (daí a vantagem do enlatado em relação ao engarrafado).

Dicas

Se você colocar dentro do azeite aromáticas, como orégano, alecrim ou manjericão, obterá um ótimo para .
Para que o óleo comum fique com sabor de azeite de oliva, coloque dentro algumas azeitonas pretas furadas com um garfo e um pouco de alho socado e guarde na geladeira por alguns dias; ou quebre caroços de azeitona, coloque-os dentro do óleo e deixe curtir por 3 meses.

Propriedades

Os óleos, como todas as gorduras, são muito calóricos. Na forma pura em que são comercializados, a maioria dos óleos não fornecem vitaminas e nem sais minerais. No entanto, o óleo é importante para o organismo por ser o veículo de vitaminas lipossolúveis, ou seja, que só se diluem pela ação das gorduras. Para as pessoas que têm problemas com colesterol, recomenda-se o uso de óleos de origem vegetal, pois eles têm menor quantidade de ácidos graxos saturados, responsáveis pelo aumento do colesterol.

[ad#small-square]