Árvore originária do Mediterrâneo. Varia entre 5 e 10 m podendo atingir até 20 m de altura. Suas folhas são vistosas e têm odor forte e paladar . O seu fruto é do tipo baga e quando maduro tem cor negra. A madeira dessa árvore é de excelente qualidade.

Na Grécia Antiga as coroas confeccionadas com ramos de louro eram o símbolo da vitória para os atletas e heróis nacionais. Esse costume também foi herdado na Roma na época dos Césares. Por isso o termo laureado deriva justamente do gênero Laurus.

Uso

Na ,ideal no preparo de molhos, , assados, caldos, ensopados, frutos do mar, em massas e conservas. amassando as folhas seu óleo essencial é liberado lentamente, tornando perfeito a cozimentos longos. Uma folha apenas pode dar vida ao feijão e algumas verduras. Indispensável na vinha d’alhos e no de . A folha deve ser retirada antes de se servir a refeição, pois é ruim de mastigar e torna o deselegante.

Propriedades

Possui propriedades medicinais para reumatismo, estômago, etc.

O chá das suas folhas é indicado em caso de problemas com a digestão.

Na ilha da Madeira, o óleo obtido da baga do loureiro endêmico, possui propriedades anti-inflamatórias, sendo utilizado localmente como remédio caseiro para diversos males.

[ad#small-square]