Cozinha – Tornando seu dia mais gostoso!
payday loans
23mai/102

Páprica

Usada em sopas, aves, e em geral. Cuidado ao escolher o tipo de páprica. A vermelha possui mais doce, enquanto a verde é mais picante. Especiaria colorífera e levemente adocicada feita a partir do pó de diferentes espécies de pimentão vermelho. Existem dois tipos de páprica no mercado brasileiro, a doce, mais delicada, e a picante. A páprica é consumida no mundo inteiro e foi, provavelmente, inventada pelos turcos. É conhecida na Europa desde o século XV e ícone da cozinha húngara. Foram os espanhóis que levaram e difundiram na América a técnica de produção e o gosto pela especiaria. A melhor páprica é a rosa (doce), da região húngara de Szeged, e as espanholas de Jarandilla e do vale do rio Vera. A páprica já rendeu até um prêmio Nobel à Hungria: o de medicina, ao professor Szent-Györgyi, que demonstrou ser o pimentão o legume com maior teor de vitamina C do reino vegetal. O princípio picante, a capsaicina, está presente em quantidades ínfimas (0,005%) nas variedades suaves, podendo chegar a 0,1% em espécies mais picantes. O sabor de páprica é devido ao óleo essencial composto por hidrocarbonetos, ácidos graxos e ésteres, além de vitamina C. Sua coloração comum é vermelha ou amarela, podendo assumir cores similares à da berinjela em algumas variedades. Páprica doce: de cor vermelho vivo, a páprica doce é usada como ornamento colorido para alimentos de cor clara, , carnes, sopas, canapés, molhos e no preparo do goulash. Páprica Picante: salpicada sobre , carnes, aves, canapés, batatas, ovos, tortas salgadas e molhos. E usada também em pratos da cozinha espanhola e húngara, sendo o tempero principal do goulash.

Uso

A páprica é usada para colorir pratos e no preparo de legumes ao vapor, arroz, carnes, peixes, e pastas de aperitivo. Na Hungria é a estrela do goulash, sopa de carnes e legumes e nacional do país. Entra no preparo de ragus, recheios e molhos para aromatizar queijos frescos. Na cozinha mediterrânea, usa-se páprica em ensopados, carnes grelhadas e embutidos como o chouriço. Partes usadas: frutos. A remoção das sementes e veios resulta num produto menos picante e mais colorido. Doce e aromátco, possui espécies picantes. Os espanhóis foram os primeiros a plantar um tipo de pimentão que origina a páprica. Está muito ligado à cozinha húngara, que produz a melhor páprica do mundo que vai do doce ao picante. Mas quem introduziu a páprica aos espanhóis foram os turcos, que por ironia eram inimigos dos húngaros. Apesar de ser uma especiaria, a páprica tem um teor impressionante de vitamina C. Isto foi descoberto por um cientista húngaro que ganhou o prêmio Nobel por pesquisar o conteúdo de vitamina C da páprica, sendo mais rica do que as frutas cítricas. Os pimentões mais suaves são uma invenção européia, disseminada posteriormente. Na cozinha, é utilizada para colorir sopas mais claras e molhos cremosos. Sua afinidade com vegetais como o repolho, batatas, cogumelos e pepinos é grande mas também combina bem com queijos e frutos do mar.Os pimentões moídos e secos que originam a páprica, são utilizados pelo seu sabor compatível com temperos mais fortes e picantes e pela sua intensa coloração. Devido a seu alto conteúdo de açúcar, não deve ser queimado para que não se torne amargo. No golfo Pérsico, uma mistura aromática e picante de temperos chamada baharat utiliza a páprica como . O maior consumo na Europa é na Hungria e nos Bálcãs, tendo sido introduzido provavelmente pelos árabes que encontraram pimentões em colônias portuguesas na Ásia, trazidos do Brasil. Mais tarde foi desenvolvida uma espécie húngara com moderada picância, consumida fresca, em conserva ou como condimento de mesa. O prato húngaro mais conhecido mundialmente, o Goulash, um tipo de caldo grosso feito de e algumas variações de vegetais, como batatas, cenouras e páprica, frita rapidamente em um refogado de cebolas e toucinho de porco. Existem ainda alguns pratos temperados de vegetais e cozidos que utilizam a páprica em suas receitas.

Comprando

Tanto a páprica picante quanto a doce são encontradas em vidrinhos de temperos em supermercados ou em empórios. A melhor páprica é a da região húngara de Szeged.

Conservando

Deixe a páprica longe da luz, em local seco e arejado. Verifique a data de vencimento do produto.

Combinando

A páprica está presente em muitas misturas de especiarias. Nos países árabes, faz parte do baharat, uma mistura feita com pimenta preta, chiles e páprica - a base picante da mistura -, noz-moscada, cravo, canela e cardamomo - a base aromática -, cominho e coentro.

Preparando

Sempre dilua a páprica em água ou caldo antes de adicioná-la às receitas, pois quando diretamente aquecida seu açúcar se carameliza e o prato perde em cor e em sabor.

Dicas

Faça um gostoso aperitivo misturando ricota passada na peneira com um pouco de manteiga. Forme bolinhas com a mistura e passe-as na páprica. Fica delicioso.

Propriedades

Tem efeitos antiinflamatório, digestivo e estimulador da circulação sangüínea. Observação importante: Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.

Ofertas Relacionadas
Tela Display Touch Screen Galaxy G S3 I9300 Siii Azul/branco
Tela Display Touch Screen Galaxy G S3 I9300 Siii Azul/branco
Mais info»
R$ 359.99
até 12x de R$ 34.8
Apple Iphone 5s Original 16gb Desbloqueado | Pronta Entrega
Apple Iphone 5s Original 16gb Desbloqueado | Pronta Entrega
Mais info»
R$ 2199.9
até 12x de R$ 212.64
Celular Mini Tablet A2000 Hiphone Android 2.3.6 Gps Tv Wifi
Celular Mini Tablet A2000 Hiphone Android 2.3.6 Gps Tv Wifi
Mais info»
R$ 349.87
até 12x de R$ 33.82
Powered by MLV Contextual  
Comentários (2) Trackbacks (0)
  1. Estou em BSB, desejo conseguir algumas sementes para produção de Paprica doce ( vermelha ). Sou eng. agronômo pretendo avaliar o comportamento desta cultura ,aqui em Brasília.

  2. que bom.


Deixar um comentário


Sem trackbacks